terça-feira, 18 de julho de 2017

COMPRAS NA DAISO | INAUGURAÇÃO SHOPPING MAIA


    Moshimoshi minasan! Lembrando que eu não falo japonês e espero do fundo do meu enorme coração bondoso não estar falando nada feio pra vocês 
    Sábado passado estive na inauguração da Daiso Japan  no Parque Shopping Maia e comprei algumas coisitas - lê-se bem menos do que eu gostaria - mas fui com a minha mãe e minha irmã e acabei fotografando alguns itens aqui que não são meus pra mostrar pra vocês. Obviamente, o que vocês avistarem de papelaria tem uma grande chance de me pertencer, sim. 
     Não me arrependi de ter ido na inauguração não, mas foi bem apertado o negócio. Fomos umas das cem primeiras pessoas da fila então a movimentação estava muito intensa dentro da loja  - mas ganhamos brinde! Acreditem se quiser, a loja é pequena e ainda teve corredor que eu não consegui ver, o que significa que terei que voltar muito em breve 

Esse bloquinho eu tinha visto na internet, não sei se no Facebook deles, ou no Instagram, mas fiquei muito apaixonada.

Essas canetinhas de lousa também estava louca pra comprar. Gente, duas dicas: a tesoura é ótima. E o giz pastel se você quiser, nunca deixe pra próxima visita a loja, porque sempre que eu vou, ou minha irmã vai não tem. Sorte de inauguração 

São vasinhos!

Dona de casa feelings. Baldezinho com tampa, tigelas de vidro, marmita, kit de talheres, canivete, bolsinha peluda e mini varal, não necessariamente nesta ordem.

Coisas pra minha sobrinha ... exceto o canivete, é claro.

Desculpem por cegar vocês com esse reflexo. 

Esqueçam todo o restante e foquem nessa seringona de confeitar! Seus problemas acabaram.

Isso tudo veio na sacola de brinde dos   primeiros: Porta iPad, porta cartões, uma bolsinha de carpa fofíssima e esse coisinho de cabelo.

Essa foto das caixinhas de giz abertas eu compartilhei no Instagram e a Daiso repostou 
    Gostou de alguma coisa? Quer saber se no Shopping Maia tem algo que você procura nas outras Daiso e não encontra? Deixe seu comentário! Quero conversar mais com vocês 

sexta-feira, 14 de julho de 2017

PORQUE ME APAIXONEI PELA VI / MEIZU


Como vocês devem saber, eu tive o privilégio de perder meu celular e depois disso comecei uma corrida maluca em busca de um novo aparelho que me manteria feliz pelos próximos dois/três anos, porque vamos combinar que trocar de celular todo ano não é para os ricos não, é para os desocupados . E aí graças a um amigo, conheci a Vi, uma marca que pela descrição que consta no site poderia ser minha, mas não é, claro.
"No lugar de conquistar clientes, nós fazemos amigos. Somos adaptativos, embora nunca estejamos satisfeitos de ficar no mesmo lugar. Reinventamos constantemente nossa forma de lidar com o mundo e com as pessoas. Vivemos em eterna metamorfose. Somos sem limites."

Quando entrei no site para conhecer os smartphones descobri que eles possuem uma tal de PhoneStation: é uma espécie de estação de trabalho móvel. A Vi traz nesse kit super fácil de transportar gadgets que te permitem transformar qualquer lugar em um espaço de trabalho, estudo ou diversão.  O kit PhoneStation pode conter um viDrive que é um pen drive; um viCast que permite você compartilhar o conteúdo da tela do seu celular com a televisão via wi-fi; e um viCenter - que na minha opinião é o mais bacana - permite projetar um teclado em qualquer superfície plana e opaca e também carregar qualquer dispositivo, estando carregado é capaz de recarregar completamente o Meizu. 
O que me encantou na marca chinesa é que os aparelhos dela além de possuírem toda uma qualidade técnica, se é que podemos dizer assim, eles ainda são lindos e muito bem acabados. Uma pena aqui em solos tupiniquins não haver as versões rosa. 

Smartphone até R$599,99

Meizu M2 Note (R$529,00): Pesa apenas 149g, possui 8.7mm de espessura e design curvo com ângulo-R. A tela Full HD de 5,5 polegadas 1080p usa tecnologia de exibição IGZO para garantir um desempenho consistente e baixo consumo de energia. Entre outras características que proporcionam uma experiência de visualização superior, mesmo sob fortes condições de iluminação ao ar livre. Espaço para dois nano chips. A bandeja de cartão suporta cartões TF, com uma capacidade de armazenamento de até 128 GB. Câmera Samsung 13 megapixels, que produz imagens nítidas e extremamente detalhadas. O flash duplo proporciona um equilíbrio de iluminação, mesmo em ambientes de pouca luz. A tecnologia possui zero atraso para captação de imagens. A bateria de 3000mAh de alta tecnologia é fornecida pela SONY / ATL. Essa super bateria é raramente vista em aparelhos móveis desta faixa de preço, mas é encontrada no Meizu M2 Note para assegurar que você tenha uma bateria de longa duração. Apenas um processador de 64 bits oferece a melhor experiência com o Android 5.1 Lollipop. Com Flyme 4.5, a interface customizada da Meizu, você pode aproveitar o melhor da memória e da bateria do seu celular na versão mais recente do Android. 

Smartphone até R$999,99

Meizu M5S (R$899,00): ostenta uma tela HD de 5.2 polegadas com tecnologia IPS que oferece um ângulo de visão mais amplo com cores precisas e naturais. A dinâmica de cores suaves do display é exibida através de vidro curvo de 2.5D, enquanto o inovador modo inteligente de proteção dos olhos possibilita leitura confortável em ambientes com pouca luz. Possui um processador de 64 bits e 8 núcleos que resulta em alta potência e desempenho eficiente. Além disso, os 3GB de RAM permitem que o dispositivo lide com os aplicativos de redes sociais e jogos mais intensos. A câmera traseira de 13 megapixels é equipada com um ISP integrado, abertura ƒ / 2.2, lente de 5 elementos e um sensor de imagem Sony PDAF, proporcionando foco automático de alta velocidade. Já a câmera frontal é de 5 megapixels com abertura ƒ / 2.0. Com os avançados recursos de economia de energia o sistema operacional Flyme prolonga a vida útil da bateria de 3000mAh do Meizu M5s. Tudo isso mantendo o fino corpo metálico. O mTouch oferece velocidade no reconhecimento de impressões digitais. O botão home do smartphone M5s está completamente incorporado no corpo do dispositivo, sem comprometer qualquer interação ou funcionalidade. 


À partir de R$1000,00

Meizu MX6 (R$1299,00): corpo de metal com estrutura 3D nano moldada para uma antena precisamente integrada, com margens mínimas. A tela de 5,5 polegadas de alta precisão mostra cores com clareza incomparável. A tecnologia TDDI melhora muito a sensibilidade ao toque e SNR. É o primeiro smartphone da nossa série MX que utiliza processador 10 núcleos com base A72, para garantir velocidade no desempenho e processamento. Todos os modelos possuem 4GB RAM, permitindo aos usuários alternar entre os aplicativos sem perder desempenho. Além de utilizar hardware de ponta, nós constantemente atualizamos e melhoramos os algoritmos de software para maximizar a qualidade da imagem. Os filtros de ruídos e o preciso modo de exposição automática melhoraram especialmente as cenas com grande contraste entre luz e sombra. O MX6 também apresenta mCharge, o que torna possível carregar completamente a bateria de 3000 mAh em apenas 75 minutos. Além disso, a bateria foi especialmente projetada para garantir um desempenho estável por um longo período de 500 ciclos. Foi utilizada uma nova técnica de processamento de metal para dar ao MX6 uma aparência polida e elegante, porém robusta. A estrutura metálica interna calculada digitalmente, a seleção cuidadosa de materiais e utilização de dissipadores de calor de grafite leva a uma dissipação de calor significativamente melhorada.

Para conhecer melhor ou comprar seu smartphone Vi Meizu, clique AQUI.

segunda-feira, 10 de julho de 2017

COMO AGIR QUANDO SE ESTÁ PERDIDO


    Nasci, cresci e moro em Guarulhos, porém conheço São Paulo muito melhor porque minha mãe sempre resolveu muitas coisas para o lado de lá e eu me acostumei a andar com ela pela cidade desde pequena. Quando eu era criança e íamos quase que quinzenalmente na 25 de março combinamos que: caso me perdesse dela, agiria como se estivesse tudo bem, sem chorar, e voltaria para o estacionamento. 
   Graças a Deus, não precisei fazer isso quando mais nova, mas recentemente vivemos essa experiência. Saindo do restaurante minha mãe disse que iria parar em uma barraca pra comprar toucas para as minhas sobrinhas. O problema é que ela viu uma barraca de um lado e eu vi do outro, cada uma saiu em uma direção e achando que a outra estava indo atrás. Quando dei por mim, não vi mais minha mãe, parei, olhei em volta e esperei uns 5 minutos. Nada. Voltei pra porta do restaurante e nada, então fui para a entrada do metrô. Conversando com os seguranças eu disse que ela estava sem celular, mas que tudo bem, porque ela conhecia o lugar, o único problema é que eu não sabia como ela iria reagir a minha perda haha. Caso eles vissem uma senhora como ela chegar no metrô, avisassem pra ela ficar esperando ali que eu voltaria. E sai rumo a 25 de novo. No mesmo momento em que estava descendo a ladeira Porto Geral, minha mãe vinha subindo. Mais pálida impossível. 
    Depois do feliz reencontro conversamos sobre a falta de preparação pra esse tipo de acontecimento. Ainda bem que pensamos as duas em ir para o metrô e foi resolvemos tudo rápido. Lógico, duas adultas não ficam perdidas, a menos que sejam sequestradas. Nem que ela usasse um telefone público pra me ligar, ou sei lá, mas nos acharíamos. Porém como nunca temos certeza do motivo por trás do sumiço, reacordamos ações para tomar caso aconteça novamente e é isso que vim compartilhar com vocês, afinal, é bem útil. 

- A dica mais importante, sem dúvida, é manter a calma. O nervosismo além de não ajudar ainda atrapalha. 
- Lembrar pelo menos dois telefones de cabeça para o caso de não poder utilizar o celular também é bom. De preferência o número de alguém que estava com você e outro de alguém que possa entrar em contato com essa pessoa caso você não consiga. Daí é só pedir o aparelho de alguém emprestado, ou procurar um telefone público.
- Antes mesmo de sair, combinar com os envolvidos um lugar de reencontro. Estacionamento, porta de estabelecimento, entrada/catraca de metrô, ponto de ônibus etc.
-  Avisar policiais/guardas/seguranças, especialmente se houver criança, ou idoso perdido.
- Não pedir ajuda para pedestres. Sempre para profissionais como os citados na dica anterior, ou para funcionários em horário de trabalho. Essa medida é para evitar que alguém aproveite a sua situação para agir de má fé e lhe causar mais problema.
- Se atentar para o horário. Pode acontecer de você perder alguém em uma excursão, por exemplo. A melhor coisa a fazer é voltar para o ônibus no horário marcado, mesmo que ainda não tenha encontrado a pessoa. Das duas uma: ou ela vai estar lá, ou não, óbvio. Mas é melhor não se atrasar, pois você pode ficar pra trás e ainda sem saber se a pessoa foi embora ou não. 

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...